Divulgação/Enap

A Secretaria de Governo Digital da Secretaria-Especial de Desburocratização e Governo Digital, do Ministério da Economia, juntamente com a Fundação Escola Nacional de Administração Pública (Enap), tornou pública a abertura de pré-seleção para diretor do Departamento de Governança de Dados e Informações. A remuneração será de R$ 13.623,39!

Poderão participar servidores públicos (efetivos ou em comissão), de todas as esferas de governo, bem como de profissionais sem vínculo com a Administração Pública. Os candidatos precisam, porém, ter experiência mínima de cinco anos em atividades de gestão em transformação digital ou tecnologia da informação.
O período de inscrições já está aberto e os interessados podem se participar até as 23h55 de 31 de outubro, pelo site www.enap.gov.br. Não há pagamento de taxa e os candidatos devem enviar formulário de inscrição e currículo.

Os candidatos devem passar por etapas que incluem questionários sobre a experiência em gestão de equipes e conhecimentos específicos, além de gravação de vídeo com um estudo de caso, dinâmica de grupo, avaliação técnica e avaliação técnico comportamental. As etapas presenciais ocorrerão em Brasília, Distrito Federal.

O novo profissional da Secretaria de Governo Digital assumirá o Departamento de Governança de Dados e Informações e deverá cuidar da governança de dados, interoperabilidade de sistemas, análise de dados nas políticas setoriais, segurança da informação e proteção da privacidade do cidadão.

Ainda coordenará o Comitê Central de Governança de Dados do Poder Executivo federal, também instituído pelo Decreto, e a adequação do Executivo à LGDP, em articulação com a Autoridade e Conselho Nacional previstos na legislação.

Roque de Sá/Agência Senado
Secretário de Governo Digital, Luis Felipe Monteiro

Novo decreto

O profissional selecionado, será o responsável por agilizar o compartilhamento de dados entre os órgãos do governo federal e pela evolução do Cadastro Base do Cidadão, instituídos no Decreto 10.046, aprovado na última semana. A iniciativa visa aplicar na prática as regras que devem tornar mais simples e fácil a vida do cidadão, além de gerir a implementação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGDP) pelos órgãos públicos federais.

Para que o cidadão não tenha mais de se deslocar de um órgão a outro carregando documentos, certidões e atestados, é necessária maior integração e compartilhamento de dados entre os órgãos. “O novo Decreto reforçou a ideia do governo único para um cidadão único e, com este edital, buscamos um profissional que seja uma liderança nessa ruptura de mentalidade do serviço público, que ajude a criar as soluções inovadoras para a gestão dos dados, em estrita proteção à privacidade do cidadão,” ressaltou o secretário de Governo Digital, Luis Felipe Monteiro.

Gostou? Comente e confira o quê os concurseiros acham deste edital no Fórum CW.

* Estagiária sob supervisão de Lorena Pacheco

Fonte Oficial: CorreioWeb.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Boletim Concursos.

Comentários