Atenção, concurseiros! Foi publicado o edital de abertura do concurso público do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (concurso TRF 3).  Sob responsabilidade da Fundação Carlos Chagas – FCC, o certame oferta vagas com exigência de níveis médio e/ou superior.

Os profissionais irão atuar no Tribunal Regional Federal da 3ª Região e nas Seções Judiciárias dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. As oportunidades são para ingresso nos cargos de Técnico e Analista Judiciário com ganhos iniciais de até R$ 7,5 mil e R$ 12,4 mil, respectivamente.

Programe-se e saia na frente da concorrência!

Concurso TRF 3: datas e provas

Cronograma oficial concurso TRF 3:

Período de inscrições12/09 a 02/10/2019
Último dia para pagamento da taxa de inscrição02/10/2019
Publicação do edital de convocação para as provas e envio do cartão informativo11/11/2019
Aplicação das provas objetivas, estudo de caso e discursiva – redação01/12/2019
Divulgação do gabarito e das questões das provas objetivas02/12/2019

Os candidatos inscritos serão avaliados por meio de provas objetiva e discursiva de conhecimentos gerais e específicos.

As aplicações serão em dois turnos, manhã e tarde.

Para a resolução, o tempo de duração será de 4 horas e 30 minutos.

Confira abaixo os detalhes das provas e das disciplinas.

Analista Judiciário – Área Judiciária

  1. Prova objetiva com 60 questões e
  2. Prova discursiva – Estudo de Caso.

Conhecimentos Gerais: Português, Raciocínio Lógico-Matemático, Noções dos Direitos das pessoas com deficiência. Gestão Pública: Noções de Sustentabilidade, Noções de Governança Corporativa, Noções de Gestão Estratégica

Conhecimentos Específicos: Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Tributário e Direito Previdenciário.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado: Informática

  1. Prova objetiva com 60 questões e
  2. Prova discursiva – Estudo de Caso.

Conhecimentos Gerais: Português, Raciocínio Lógico-Matemático, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções dos Direitos das pessoas com deficiência Gestão Pública: Noções de Sustentabilidade, Noções de Governança Corporativa, Noções de Gestão Estratégica

Conhecimentos específicos do cargo.

Técnico Judiciário – Área Administrativa

  1. Prova objetiva com 60 questões e
  2. Prova discursiva – Redação.

Conhecimentos Gerais: Português, Raciocínio Lógico-Matemático e Noções dos Direitos das pessoas com deficiência. Gestão Pública: Noções de Sustentabilidade, Noções de Governança Corporativa e Noções de Gestão Estratégica.

Conhecimentos específicos: Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Processual Civil, Noções de Direito Processual Penal, Noções de Direito Previdenciário, Noções de Direito Tributário

Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado: Informática

  1. Prova objetiva com 60 questões e
  2. Prova discursiva – Estudo de caso.

Conhecimentos gerais: Português, Raciocínio Lógico-Matemático e Noções dos Direitos das pessoas com deficiência. Gestão Pública: Noções de Sustentabilidade, Noções de Governança Corporativa e Noções de Gestão Estratégica. Noções de Direito Administrativo e Noções de Direito Constitucional.

Conhecimentos específicos do cargo.

 

Quer ficar por dentro de todos os detalhes do concurso? Clique abaixo e se informe.

Concurso TRF3

 

Resumo concurso TRF3

  • Concurso:  Tribunal Regional Federal da 3ª Região (concurso TRF3)
  • Banca:  Fundação Carlos Chagas – FCC
  • Cargos: Analista e Técnico Judiciário
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Número de vagas: 9 + CR
  • Remuneração: de R$7.591,37 a R$ 12.455,30
  • Inscrições: de 12 de setembro a 02 de outubro 2019
  • Taxa de Inscrição: R$ 85 e R$ 95
  • Data da Prova: 01º de dezembro 2019,
  • Link do edital

 

Lanna Sant'Anna

Lanna Sant’Anna
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online

Fonte Oficial: Gran Cursos Online.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Boletim Concursos.

Comentários