Podem se inscrever os estudantes dos ensinos médio, técnico e superior para vagas de estágio na Funai

A Fundação Nacional do Índio (Funai) está com inscrições abertas para seu processo seletivo que visa credenciar estudantes dos ensinos médio, técnico e superior para vagas de estágio em diversas áreas e localidades do país.

Programa de Estágio Funai 2019

Estudantes do ensino médio regular, além cursos técnicos em administração, informática, agropecuária, meio ambiente, redes de computadores, secretariado, contabilidade e técnico em recursos humanos podem se inscrever. Já as oportunidades para os universitários são nas áreas de administração, gestão pública, recursos humanos, secretariado executivo, redes de computadores, direito, geografia, letras, gestão ambiental, serviço social, análise de sistemas ou sistemas de informação, antropologia, arquitetura e urbanismo, arquivologia, biblioteconomia, ciências da computação, ciências ambientais, ciências contábeis, ciências sociais ou sociologia, engenharia ambiental, engenharia civil, engenharia florestal, geodésia/cartografia, jornalismo, psicologia, design de ambientes, museologia, história, contabilidade e pedagogia.

A jornada de estágio será 20h ou 30 horas semanais, conforme o que for determinado pela administração de cada unidade. A bolsa-auxílio oferecida varia de R$ 290 a R$ 520, mais o benefício de auxílio-transporte no valor de R$ 6 por dia útil de atividades.

A Fundação Nacional do Índio tem unidades nos Estados de São Paulo, Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Tocantins, além do Distrito Federal.

Após confirmar a candidatura no processo seletivo, os estudantes terão até as 18h do dia 4 de janeiro para concluir a prova on-line de seleção. Serão 60 minutos para responder questões sobre língua portuguesa, conhecimentos gerais (informática, raciocínio lógico e atualidades) e conhecimentos específicos (questão indígena no Brasil, comportamento no trabalho e relacionamento interpessoal). A seletiva terá validade de um ano, contado a partir da homologação do resultado, podendo ser prorrogado a critério da Funai.

Inscrições para vagas de estágio na Funai 2019

Quem quiser concorrer a uma das vagas deve efetuar a inscrição no site www.superestagios.com.br até o dia 3 de julho. Não será cobrada taxa de participação.

Locais de atuação

Os estagiários poderão atuar nas seguintes unidades: Frente de Proteção Etnoambiental Envira – Rio Branco, Coordenação Regional do Juruá – Cruzeiro do Sul, Coordenação Regional Nordeste – Maceió, Coordenação Regional Amapá e Norte do Pará – Macapá, Coordenação Técnica Local de Oiapoque, Coordenação Regional do Alto Solimões – Tabatinga, Coordenação Regional de Médio Purus – Lábrea, Coordenação Regional do Rio Negro – São Gabriel da Cachoeira, Coordenação Regional Madeira – Humaitá, Coordenação Regional de Manaus, Coordenação Regional do Vale do Javari – Atalaia do Norte, Coordenação Técnica Local de Maués, Frente de Proteção Etnoambiental Vale do Javari – Atalaia do Norte, Coordenação Regional Sul da Bahia – Porto Seguro, Coordenação Regional Nordeste II – Fortaleza, Funai Sede – Brasília, Centro de Formação em Política Indigenista – Sobradinho, Coordenação Técnica de Minaçu, Coordenação Regional de Cuiabá, Coordenação Regional Noroeste do Mato Grosso – Juína, Coordenação Regional Norte do Mato Grosso – Colíder, Coordenação Regional Ribeirão Cascalheira, Coordenação Regional Xavante – Barra das Garças, Coordenação Regional Xingu – Canarana, Coordenação Técnica Local de Campinápolis I e II, Coordenação Técnica Local de Comodoro II, Coordenação Técnica Local de Confresa I, Coordenação Técnica Local de General Carneiro, Coordenação Técnica Local de Rondonópolis I, Coordenação Técnica Local de Santa Terezinha, Coordenação Técnica Local de Tangará da Serra I, Coordenação Regional de Campo Grande, Coordenação Regional de Dourados, Coordenação Regional Ponta Porã, Coordenação Técnica Local de Aquidauana, Coordenação Regional de Minas Gerais e Espírito Santo – Governador Valadares, Coordenação Técnica Local de Teófilo Dias, Coordenação Técnica Local de São João das Missões, Coordenação Regional Centro – Leste do Pará – Altamira, Coordenação Regional de Tapajós – Itaituba, Coordenação Técnica Local de Redenção, Coordenação Técnica Local de Guaira, Coordenação Técnica Local de Nova Laranjeiras, Coordenação Técnica Local de São Jerônimo da Serra, Coordenação Técnica Local de Natal, Coordenação Técnica Local de Passo Fundo, Coordenação Técnica Local de Nonoai, Coordenação Regional de Tapejara, Localizada em Passo Fundo, Coordenação Regional de Cacoal, Coordenação Regional de Guajará – Mirim, Coordenação Regional de Ji – Paraná, Coordenação Regional de Roraima – Boa Vista, Coordenação Regional Interior Sul – Chapecó, Coordenação Regional do Litoral Sul – São José, Coordenação Regional Litoral Sudeste – Itanhaém, Coordenação Técnica Local de Itanhaém, Coordenação Regional Araguaia Tocantins – Palmas, Coordenação Técnica Local de Itacajá ou Coordenação Técnica Local de Tocantinópolis.

Sobre FUNAI

A Fundação Nacional do Índio é o órgão indigenista oficial do Estado brasileiro. Criada por meio da Lei nº 5.371, de 5 de dezembro de 1967, vinculada ao Ministério da Justiça, é a coordenadora e principal executora da política indigenista do Governo Federal. Sua missão institucional é proteger e promover os direitos dos povos indígenas no Brasil. Cabe à Funai promover estudos de identificação e delimitação, demarcação, regularização fundiária e registro das terras tradicionalmente ocupadas pelos povos indígenas, além de monitorar e fiscalizar as terras indígenas. A Funai também coordena e implementa as políticas de proteção aos povos isolados e recém-contatados. É, ainda, seu papel promover políticas voltadas ao desenvolvimento sustentável das populações indígenas. Nesse campo, a Funaipromove ações de etnodesenvolvimento, conservação e a recuperação do meio ambiente nas terras indígenas, além de atuar no controle e mitigação de possíveis impactos ambientais decorrentes de interferências externas às terras indígenas. Compete também ao órgão estabelecer a articulação interinstitucional voltada à garantia do acesso diferenciado aos direitos sociais e de cidadania aos povos indígenas, por meio do monitoramento das políticas voltadas à seguridade social e educação escolar indígena, bem como promover o fomento e apoio aos processos educativos comunitários tradicionais e de participação e controle social. A atuação da Funai está orientada por diversos princípios, dentre os quais se destaca o reconhecimento da organização social, costumes, línguas, crenças e tradições dos povos indígenas, buscando o alcance da plena autonomia e autodeterminação dos povos indígenas no Brasil, contribuindo para a consolidação do Estado democrático e pluriétnico.

Fonte Oficial: JC Concursos.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Boletim Concursos.

Comentários