Saiba tudo sobre o concurso do ALE-BA 2018!

Através de uma ação movida pelos últimos aprovados do concurso da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA) foi publicada a decisão no Diário Oficial do TJ BA no dia 1/11 suspendendo o edital 2018 em condição dos últimos aprovados no Concurso ALBA não terem sido convocados.

A desembargadora Silva Carneiro Santos Zarif decidiu que o novo concurso “ensejaria nítida violação ao principio de moralidade” por isso suspendeu o edital até que a Assembleia Legislativa providencie a substituição de terceirizados por habilitados no cadastro de reserva do concurso anterior. De acordo com o documento, será aplicada uma multa de R$1.000,00 caso os 123 aprovados não sejam nomeados em 30 dias. A Assembleia Legislativa ainda pode recorrer da decisão.

Curso geral Focus Concurso

Confira um dos trechos do despacho da Desembargadora:

“Bem por isso, ao sopesar as particularidades do caso concreto, entendo que a realização de um novo concurso, quando demonstrado de forma inequívoca a existência de candidatos aguardando a nomeação em face do desligamento dos funcionários terceirizados, ensejaria nítida violação ao princípio da moralidade, devendo ser suspenso o Edital n º 01/2018 até que Agravada providencie, paulatinamente, a substituição dos funcionários terceirizados aos habilitados no cadastro de reserva do concurso anterior. Ante o exposto, mantenho em parte a minha decisão no tópico que suspendeu os efeitos da decisão que determinou o bloqueio imediato da quantia de R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais), nas contas da Assembleia Legislativa, mas, no entanto, exerço meu juízo de retratação no tocante às nomeações dos candidatos, para determinar a nomeação de 123 (cento e vinte três) candidatos previstos no edital n º 01/2018, já que incontroversa a disponibilidade orçamentária, devendo ser obedecido rigorosamente a ordem de classificação e dos cargos disponibilizados no edital. Fixo o prazo de 30 (dias) para nomeação dos candidatos, bem como para disponibilização da lista dos cargos terceirizados com a respectiva data de admissão, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 (mil reais). Determino, ainda, com base no meu poder geral de cautela, a suspensão do Edital do concurso n º 01/2018, até ulterior deliberação”

Curso geral Focus Concurso

foi o edital para o concurso da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA), para provimento de 123, sendo 89 vagas para cargos de Nível Médio, 03 vagas para cargos de Nível Médio Técnico e 31 vagas para cargos de Nível Superior.  

A remuneração inicial é de até R$ 4.872,61, para 40 horas semanais. A organização do certame fica a cargo da banca Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Das Inscrições

Período de inscrição para o concurso do ALBA inicia a partir das 14h00min do dia
29 de outubro de 2018 até as 12h00min do dia 16 de novembro de 2018,  a inscrição poderá ser efetuada somente via Internet, no endereço eletrônico da Fundação Getúlio Vargas (FGV) o valor de inscrição no concurso é  de R$ 66 para nível médio/técnico e R$ 77 para cargos de nível superior e o boleto bancário pode ser pago em qualquer banco, bem como nas casas lotéricas e nos Correios, obedecidos os critérios estabelecidos nesses correspondentes bancários, até o dia 16 de novembro de 2018.

Das Provas e das Fases do Concurso do ALBA

Os candidatos para os cargos de Nível Superior do ALBA, exceto para o cargos de Procurador, serão avaliados por meio de Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, que será composta por 80 (oitenta) questões de múltipla escolha, com 05 alternativas (A,B,C,D,E) e apenas uma correta, e versará sobre assuntos do Conteúdo Programático e será realizada na cidade de Salvador, Bahia, no dia 16 de dezembro de 2018, das 8h às 13h. 

O quadro a seguir apresenta as disciplinas e o número de questões para o Concurso Público para os cargos de Nível Superior, exceto para os cargos de Procurador e Auditor Legislativo:

O quadro a seguir apresenta as disciplinas e o número de questões de cada disciplina para o Concurso Público para cargo de Nível Superior – Auditor Legislativo:

prova auditor - ALBA - Assembléia Legislativa da Bahia

Os candidatos ao cargo de procurador também serão submetidos a prova discursiva que será realizada na cidade de Salvador, Bahia, no mesmo dia da Prova Escrita Objetiva, 16 de dezembro de 2018, das 15h às 19h. Para o cargo de Procurador a prova discursiva será composta 3 (três) questões discursivas, sendo 1 (uma) peça processual e 2 (duas) análises de caso. Serão corrigidas as provas discursivas dos candidatos que forem aprovados na Prova Escrita Objetiva e classificados em até 20  vezes o número total de vagas, respeitados os empatados na última posição e  serão corrigidas, ainda, as Provas Escritas Discursivas de todos os candidatos aprovados inscritos na condição de pessoas com deficiência.

A Prova Objetiva, para o cargo de Técnico Legislativo – Agente de Polícia Legislativa do ALBA, será realizada na cidade de Salvador, no Estado da Bahia, no dia 16 de dezembro de 2018, das 8h às 12h. Após a publicação do Resultado Final do Concurso Público, a ALBA e a FGV convocarão, através de Edital próprio, os candidatos ao cargo de Técnico Legislativo – Agente de Polícia Legislativa aprovados e classificados entre os 200 primeiros colocados para a realização dos Exames Pré-Admissionais que constituído de:

  • Avaliação Psicológica,
  • Teste de Aptidão Física
  • Investigação Social.

Dos cargos

ANALISTA LEGISLATIVO – ADMINISTRAÇÃO:

Requisitos: Formação superior em Administração e registro no órgão competente.

Atribuições: Planejar e organizar os serviços técnico-administrativos e a utilização de recursos humanos, materiais e financeiros; propor princípios e normas e colaborar na produtividade, eficiência e eficácia dos serviços.

ANALISTA LEGISLATIVO – ANÁLISE DE SISTEMAS/ INFORMÁTICA/ TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO:

Requisitos: Formação de nível superior em Análise de Sistemas, Ciências da Computação ou Tecnologia da Informação.

Atribuições: Desenvolver e implantar sistemas de processamento de informação de acordo com as necessidades dos variados setores da Assembleia Legislativa e especificar e dirigir a preparação de programas.

AUDITOR LEGISLATIVO:

Requisitos: Formação de nível superior em Administração, Ciências Contábeis, Direito, ou Economia e registro no órgão competente.

Atribuições: Exercer as funções de auditoria contábil/financeira, patrimonial e operacional no âmbito da Assembleia Legislativa e prestar apoio técnico ao processo de fiscalização das ações do Executivo.

ANALISTA LEGISLATIVO – ENFERMAGEM:

Requisitos: Formação superior em Enfermagem e comprovação de registro no órgão de classe competente.

Atribuições: Organizar, executar e avaliar os serviços de enfermagem, empregando processos e/ou rotinas específicas, para promover a proteção e a recuperação da saúde dos servidores; executar as atividades de assistência de enfermagem aos servidores, proporcionando-lhes atendimento ambulatorial no local de trabalho; prestar primeiros socorros no local de trabalho, em caso de acidentes ou doenças; requisitar e controlar medicamentos em geral; executar outras tarefas correlatas.

ANALISTA LEGISLATIVO – JORNALISMO E COMUNICAÇÃO:

Requisitos: Formação de nível superior em Jornalismo ou Comunicação Social e registro no órgão competente.

Atribuições: Planejar, organizar e executar serviços que envolvam atividades jornalísticas, bem como serviço de editoração gráfica.

ANALISTA LEGISLATIVO – MEDICINA DO TRABALHO:

Requisitos: Formação de nível superior em Medicina, registro no órgão competente e especialização em Medicina do Trabalho (pós graduação ou Residência).

Atribuições: Executar atribuições inerentes às funções de médico, diversificadas de acordo com cada especialidade e conforme os programas de saúde adotados pela Assembleia Legislativa.

ANALISTA LEGISLATIVO – NUTRIÇÃO:

Requisitos: Formação de nível superior em Nutrição e registro no órgão competente.

Atribuições: Planejar, organizar, dirigir, supervisionar e avaliar o serviço de alimentação e nutrição; realizar assistência e educação alimentar e nutricional à coletividade sadia; prestar assistência nutricional e dietoterápica ambulatorial; promover educação nutricional individual e para coletividade.

PROCURADOR:

Requisitos: Formação superior em Direito e registro no órgão competente.

Atribuições: – Representar a Assembleia Legislativa, em Juízo ou fora dele, e prestar assessoramento jurídico.

ANALISTA LEGISLATIVO – REDAÇÃO E REVISÃO LEGISLATIVA:

Requisitos: Formação de nível superior em Jornalismo, Comunicação Social ou Letras e registro no órgão competente.

Atribuições: Elaborar, quando solicitado pelos parlamentares, diretorias e comissões, minutas de anteprojetos, pareceres, indicações, requerimentos e emendas.

ANALISTA LEGISLATIVO – TAQUIGRAFIA:

Requisitos: Formação de nível superior.

Atribuições: Realizar apanhamento taquigráfico dos trabalhos parlamentares e traduzir em linguagem correta, conferir e digitar as notas taquigráficas conforme as normas técnicas próprias.

TÉCNICO LEGISLATIVO – ADMINISTRATIVA:

Requisitos: Formação de nível médio com conhecimentos básicos em microinformática.

Atribuições: Executar trabalhos que envolvam a aplicação de normas e técnicas de administração geral, nas diversas unidades organizacionais da Assembleia Legislativa.

TÉCNICO LEGISLATIVO – AGENTE DE POLÍCIA LEGISLATIVA:

Requisitos: Formação de nível médio.

Atribuições: Executar trabalhos relacionados aos serviços de polícia e manutenção da ordem nas dependências da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia.

TÉCNICO LEGISLATIVO – ODONTOLOGIA:

Requisitos: Formação profissionalizante em Odontologia.

Atribuições: Executar tarefas de auxílio ao Odontólogo e enfermeiros, fazer aplicações em geral, esterilizar instrumentos, organizar prontuários.

A maioria das pessoas que querem iniciar uma rotina intensa de estudos tem dúvidas sobre como estudar para concursos. É comum ter os mais variados questionamentos antes da preparação, seja concurseiro iniciante ou não. Afinal, esse é um projeto de vida que traz diversos benefícios quando bem realizado.

Muitas das dúvidas vêm do desafio que é conciliar a rotina de estudos com o trabalho, faculdade ou qualquer outra atividade que demande tempo — além, é claro, dos anseios de se manter produtivo, concentrado e motivado. Nesses e em outros casos é necessário ter em mente algumas estratégias antes de começar a, de fato, estudar.

Neste guia, selecionamos os principais pontos que você precisa considerar para obter um desempenho satisfatório nos estudos para concursos. Prepare-se! clique aqui para continuar lendo…

DADOS DO CONCURSO

ÓRGÃO: Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA)
ESTADO: Bahia
CARGO: Diversos
VAGAS:  123
STATUS: Edital Aberto
ESCOLARIDADE: Nível Médio, Técnico e Superior
REMUNERAÇÃO: até R$ 4.872,61
BANCA:  Fundação Getúlio Vargas (FGV) 
INSCRIÇÃO: de 29 de outubro a 16 de novembro 2018
TAXA DE INSCRIÇÃO: R$ 66 para nível médio/técnico e R$ 77 superior
PROVA: 16/12/2018
FORMATO: Múltipla Escolha (A,B,C,D,E)

 

 

 

Fonte Oficial: Focus Concursos.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Boletim Concursos.

Comentários