Concurso PM MS

Concurso PM MS e Bombeiro MS oferecerá 650 vagas! Remuneração de R$ 3.906,11

Concurso PM MS divulga edital para nível médio e superior! Até R$ 7 mil!

As inscrições para os concursos públicos para Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul começaram nesta sexta-feira, dia 13 de abril de 2018, às 8h. O edital PM MS foi publicado no Diário Oficial do Estado da última segunda-feira, dia 9 de abril. São ofertadas 650 vagas para cargos de nível médio e superior, sendo 450 vagas para a PM e 200 para os bombeiros militares.

A organização é da Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura de Mato Grosso do Sul (FAPEMS), que recebe as inscrições dos interessados até 16 horas dia 25 de junho de 2018, respeitado o horário oficial de Mato Grosso do Sul. A Taxa de Inscrição será no valor de R$ 127,60 (soldado) ou R$ 214,16 (oficial).

Vagas do concurso PM e CBM MS

Para o Corpo de Bombeiros serão destinadas, 23 (vinte e três) vagas do Curso de Formação de Oficiais do Quadro de Oficiais Combatentes; 153 (cento e cinquenta e três) vagas do Curso de Formação de Soldados do Quadro de Praças; 12 (doze) vagas do Quadro de Oficiais de Saúde e 12 (doze) vagas do Quadro de Oficiais Especialistas.

Uma das inovações do concurso é a abertura de 12 vagas para o cargo de especialistas de diversas profissões, para a área administrativa, como Engenheiro Civil, Arquiteto, Engenheiro Mecânico, Pedagogo, Assistente Social, profissionais de TI e bacharel na área de Direito.

Para a Polícia Militar serão 50 (cinquenta) vagas do Curso de Formação de Oficiais; 388 (trezentas e oitenta e oito) vagas do Curso de Formação de Soldados e 12 (doze) vagas do Quadro de Oficiais de Saúde.

Requisitos para ingresso através do concurso PM MS e Bombeiro MS

Para se inscrever nos concursos Bombeiros MS e PM MS s candidatos civis deverão possuir até a data de encerramento das inscrições a idade mínima de 18 (dezoito) anos completos (de 18 anos até 18 anos, 11 meses e 29 dias) e, no máximo, de 30 (trinta) anos completos (de 30 anos até 30 anos, 11 meses e 29 dias) para os Concursos para ingresso no Curso de Formação de Soldados e de Oficiais Combatentes. Por seu turno, para ingresso nos quadros de Oficiais de Saúde e de Oficiais especialistas de ambas as corporações, os candidatos deverão possuir a idade máxima de 34 anos (34 anos a 34 anos, 11 meses e 29 dias).

Para os candidatos militares que já pertençam à Polícia Militar ou ao Corpo de Bombeiros Militar, não será exigida idade mínima ou máxima, no entanto, os candidatos deverão possuir na data de encerramento das inscrições, no máximo, 20 anos de efetivo serviço na respectiva Corporação.

Após a conclusão com aproveitamento no Curso de Formação de Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar ou da Polícia Militar, o Aluno-Oficial será declarado Aspirante-à-Oficial de acordo com a legislação em vigor e, fará jus a remuneração de R$ 7.089,13 (sete mil e oitenta e nove reais e treze centavos).

Após a conclusão com aproveitamento no Curso de Formação de Soldados, o Aluno-Soldado BM ou PM será promovido à graduação inicial de Soldado BM do Quadro de Praças Bombeiros-Militares – QPBM, da carreira de Praça da Polícia Militar ou Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul e, fará jus a remuneração inicial de R$ 3.352,53 (três mil, trezentos e cinquenta e dois reais e cinquenta e três centavos), e a todos os direitos e prerrogativas inerentes ao cargo, previstos na legislação.

Escolaridade concurso PM MS e Bombeiro MS

Com relação a escolaridade, tanto para PM como para Bombeiro será exigida da seguinte forma; Para Soldados: Ensino Médio Completo; Para Oficiais Combatentes: Curso de Graduação de Nível Superior em Direito; Para Oficiais Médicos: Curso de Graduação de Nível Superior, com especialização na área exigida pela Corporação (constará no Edital), com registro no Conselho de Fiscalização Profissional e para Oficiais Especialistas: Curso de Graduação de Nível Superior na área exigida pela Corporação (constará no Edital).

Para ambas instituições os concursos terão as seguintes fases: Fase 1 – Prova Escrita de Conhecimentos, de caráter classificatório e eliminatório; Fase 2 –  Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico), de caráter eliminatório; Fase 3 – Exame de Saúde, de caráter eliminatório; Fase 4 – Exame de Capacidade Física, de caráter eliminatório; Fase 5 –  Investigação Social, que abrangerá, também, a investigação da vida pregressa social, civil e criminal, de caráter eliminatório e Fase 6 – Prova de Títulos, exclusivamente nos concursos para ingresso nos Quadros de Oficiais de Saúde e de Oficiais Especialistas.

Das 650 vagas, 450 são para a Polícia Militar. Elas estão distribuídas da seguinte forma:

Concurso PM MS

CargoNúmero de vagas
Soldado388
Oficial combatente50
Oficial de saúde12

Outras 200 são para o Corpo de Bombeiros. A distribuição é a seguinte:

Concurso Bombeiros MS

CargoNúmero de vagas
Soldado153
Oficial combatente23
Oficial de saúde12
Oficial especialista12

Provas concurso PM MS

A Prova Escrita Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será realizada nos municípios de Campo Grande e Dourados em data, horário e locais a serem divulgados por edital específico publicado no Diário Oficial do Estado, no endereço www.imprensaoficial.ms.gov.br e disponibilizado, via Internet, no sítio www.fapems.org.br. A Prova Escrita Objetiva terá duração de 4 (quatro) horas.

A Prova Escrita Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será avaliada de0 (zero) a 80 (oitenta) pontos, e constará de 80 (oitenta) questões de múltipla escolha, com peso um, cada qual contendo 5 (cinco) alternativas, sendo uma única alternativa correta, integrando as matérias especificadas no quadro a seguir, observado o conteúdo programático estabelecido no Anexo I, deste Edital:

Tabela de Números de Questões Concurso PM MS e Bombeiros MS

Tabela de Números de Questões Concurso PM MS e Bombeiros MS

Será considerado aprovado na Prova Escrita Objetiva o candidato que obtiver pontuação igual ou superior a 50% (cinquenta por cento) do total de pontos da prova e não tenha zerado em qualquer uma das matérias.

Concurso PM MS: Déficit de Militares

O quadro de militares ativos no Estado é de 5,9 mil homens e mulheres – média de um para cada 459 habitantes, uma vez que vivem em Mato Grosso do Sul 2,7 milhões de pessoas, conforme estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O deficit no efeito é de quase 42%, se levado em conta a lei complementar 203, de 5 de outubro de 2015 – assinada, portanto, pelo próprio governador. A legislação previa efetivo de 9.458 integrantes neste ano e a deficiência motivou abertura de inquérito do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul).

Plano – O chefe do Executivo estadual adiantou ainda que a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) acaba de entregar a ele um planejamento para a realização de concursos pelos próximos 12 anos.

“Dentro destes 12 anos, conseguiremos fazer as reposições e dar estabilidade ao quadro e para compensar os concursos públicos que não foram realizados em anos anteriores e trazer mais segurança para a nossa população”, concluiu.

O último concurso PM MS ocorreu em 2013. O coordenador da SAD, Paulo Vitor dos Santos Oliveira, afirmou que está fazendo de tudo para o edital de abertura se tornar real. “Todo o pessoal está se movimentando para agilizar o concurso. Ainda dependemos da publicação da autorização do governador, no Diário Oficial. Uma data certa só poderá ser divulgada, após todo um ajuste por parte da Corporação da Polícia Militar do Estado do MS, que definirá ainda, o número de vagas disponíveis”

No último concurso os requisitos exigiam Ensino Médio completo, altura mínima de 1,60m para mulheres e 1,65m para homens, além de, no mínimo, categoria B da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O salário vigente para o cargo de Soldado é de R$3.906,11. 

Concurso PM MS e CBM MS ANUALMENTE

Ainda conforme o governador, esse concurso faz parte de um plano de reestruturação das forças de segurança do Estado, elaborado para os próximos 10 anos. “Existe um planejamento para 10 anos, ininterruptos, todos os anos a gente vai fazer um concurso das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros para a gente poder cobrir essa lacuna de policiais que adentram ao serviço público e muitas vezes não têm uma aposentadoria de uma grande turma, então isso faz parte do planejamento e o que nós vemos em Mato Grosso do Sul é um planejamento que deu certo porque se você olhar os números de redução de violência, enquanto explodiu no Pais, Mato Grosso do Sul é um dos estados hoje que tem as melhores estruturas em segurança pública de todo o País”, detalhou.

Segundo a Associação de Cabos e Soldados da PM e Bombeiros (ACS/MS), a corporação iniciou 2017 com aproximadamente 5.300 policiais, mas no primeiro semestre perdeu 250, aposentados, e outros 280 entraram com pedido de reserva. Nos últimos três anos, a categoria perdeu 1.500 servidores, que é praticamente o dobro do total convocado no último concurso público, realizado em 2013.

“Mato Grosso do Sul zerou a fila das promoções, embora seja obrigação dos estados, são pouquíssimos os estados que têm dado a oportunidade que esses homens e mulheres estão tendo no dia de hoje de ascender profissionalmente na carreira militar. Então, Mato Grosso do Sul zerou a fila das promoções e isso é inédito no Estado e inédito no País porque todos os estados hoje estão atrasados na formação de seus policias”, concluiu.