Excelente notícia para quem aguarda a abertura de concurso do Tribunal Superior do Trabalho (Concurso TST 2017). Acontece que o órgão divulgou no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 13 de abril, a escolha da Fundação Carlos Chagas (FCC) para organizar o concurso público do órgão. A definição aconteceu através de dispensa de licitação..

De acordo com o projeto básico do certame, está confirmado que o concurso TST 2017 contará com formação de cadastro de reserva para Analistas Judiciários, nível superior, e Técnicos Judiciários, nível médio.

O Concurso TST 2017

O concurso vai contar com oportunidades para Analista Judiciário nas áreas Judiciária, Administrativa, Apoio Especializado – Contabilidade, Apoio Especializado – Analista de Sistemas, Apoio Especializado – Suporte em Tecnologia da Informação, Apoio Especializado – Taquigrafia; e Técnico Judiciário nas áreas Administrativa, Segurança Judiciária e Programação.

Ainda de acordo com o projeto básico, o certame será realizado com etapa única de caráter classificatório e eliminatório. Sendo:

Analista Judiciário – Provas objetivas (questões divididas em conhecimentos básicos – entre 50 e 100 itens – e específicos – entre 70 e 100 itens); discursiva (sobre os conhecimentos específicos aplicados) e prática para o cargo de Analista Judiciário, Área Apoio Especializado, Especialidade Taquigrafia;

Técnico Judiciário – Provas objetivas (questões divididas em conhecimentos básicos – entre 50 e 100 itens – e específicos – entre 70 e 100 itens) e redação para o cargo de Técnico Judiciário, Área Administrativa, e prova prática de aptidão física para a Especialidade Segurança Judiciária.

Salários e Benefícios

Além da tão sonhada estabilidade, os candidatos que ingressarão no órgão vão contar com excelentes salários e benefícios. Os Analista Judiciários farão jus ao salário de R$ 4.865,35, além da Gratificação Judiciária (GAJ) no valor de R$ 5.254,28, o que totaliza a remuneração de R$ 10.119,93; Já os técnico farão jus ao salário de R$ 2.965,38, além da Gratificação Judiciária (GAJ) no valor de R$ 3.202,61, totalizando a remuneração de R$ 6.167,99.

Sobre os cargos do Concurso TST 2017

Para concorrer ao cargo de Analista Judiciário – Área Judiciária o candidato deverá ter diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Graduação em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). O servidor analista tem missão de prestar assistência em questões que envolvam matéria de natureza jurídica emitindo informações e pareceres; proceder aos estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina para fundamentar análise de processo e tomada de decisão; suporte técnico e administrativo aos magistrados e/ou órgãos julgadores; redação, digitação e conferência de expedientes diversos; executar outras tarefas da mesma natureza e grau de complexidade, entre outras atribuições.

Já para Analista Judiciário – Área Administrativa o candidato deverá ter diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). O cargo tem missão de prestar assistência em questões que envolvam matéria de natureza administrativa emitindo informações e pareceres; examinar e elaborar fluxogramas, organogramas e demais esquemas ou gráficos de informações; efetuar pesquisas visando ao aperfeiçoamento do serviço, elaborando projetos de estruturação e reorganização do mesmo; executar trabalhos de natureza técnica para a elaboração de normas e procedimentos pertinentes à área de atuação; realizar e planejar atividades voltadas para a administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, bem como de desenvolvimento organizacional, contadoria e auditoria, entre outras atribuições.

O TST também conta com oportunidades para Analista Judiciário – Área de Taquigrafia. Para concorrer ao cargo, o candidato deverá ter diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). O cargo tem missão de executar o apanhamento taquigráfico de sessões e outros eventos determinados pela Presidência ou pela Secretaria-Geral Judiciária; executar as ligações dos “quartos” de serviço, incluir as leituras e proceder a revisão; digitar as notas taquigráficas definitivas e conferi-las com a gravação da sessão, entre outras tarefas.

O cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa exige certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). O Técnico terá missão de prestar suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais, magistrados e órgãos judicantes; executar trabalhos de redação e digitação de natureza variada, revisando-os antes de sua entrega definitiva; arquivar documentos em geral; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e guarda de processos e de expedientes diversos; entre outras missões.

Por fim, o TST também conta com oportunidades para Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança Judiciária, que tem requisito de  certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e Carteira Nacional de Habilitação, categoria D ou E. As atribuições são: atuar na segurança pessoal dos senhores Ministros e outras autoridades, em âmbito interno, com vistas a assegurar a integridade física; realizar investigações preliminares; conduzir veículos automotores para atender os Ministros ou a segurança, quando necessário, nos termos da legislação vigente e de acordo com as instruções recebidas, entre outras.

Edital, Inscrição e Provas do Concurso TST 2017

O edital tem previsão de ser divulgado ainda este mês, com organizadora ainda a ser conhecida. A expectativa é que o certame seja organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), conforme já informado. A inscrição no concurso TST 2017 poderá ser feita logo após a divulgação do edital, em datas a serem conhecidas.

O último edital contou com provas e assuntos inerentes a cada cargo. O Analista teve que resolver questões de Português, Regimento Interno do TST, Noções da Lei nº 8.112/1990 e alterações, Raciocínio Lógico-Matemático (Técnico Judiciário) e Conhecimentos Específicos, a depender da função do candidato.

As provas serão aplicadas em horários distintos para os cargos de nível médio e superior, de forma a permitir a participação de um mesmo candidato em ambos os processos seletivos. As provas só acontecerão em Brasília (DF).

O último concurso

O último concurso do TST aconteceu em 2012, mesmo ano que ocorreu a homologação do resultado. A validade do certame foi de dois anos, com possibilidade de prorrogação por dois anos, conforme foi feito. Com isso, a validade do certame venceu em outubro de 2016.

Os aprovados são lotados em Brasília (DF).

Notícias Concursos

Fonte Oficial: http://noticiasconcursos.com.br/concurso-tst-2017/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Boletim Concursos.

Comentários