Contratos temporários são para níveis médio e superior com salários entre R$ 1,5 mil e R$ 4 mil. Inscrições estão abertas e seguem até 9 de maio.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou nesta segunda-feira (10) o primeiro dos dois editais previstos para abril com vagas de nível médio e superior para atuação no Censo Agropecuário 2017. Para o Amapá foram reservadas 6 vagas.

Os cargos de nível superior são para analista censitário nas áreas de agronomia e gestão e infraestrutura. Para nível médio, as vagas são de agente censitário administrativo e analista censitário de informática. Os salários variam de R$ 1,5 mil a R$ 4 mil.

As inscrições podem ser feitas até 23h59 do dia 9 de maio e as provas estão previstas para 2 de julho. Os valores das taxas variam de R$ 41 a R$ 78 dependendo da vaga pretendida. O edital pode ser consultado no site da organizadora, a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A jornada de trabalho será de 40 horas semanais. Além da remuneração mensal, ainda haverá auxílio alimentação, férias e 13º salário.

A previsão de duração do contrato é de até 13 meses para analista censitário, 10 meses para a agente censitário administrativo e 7 meses para agente censitário de informática. Os contratos poderão ser prorrogados dependendo do cronograma de coleta dos dados.

  • Analista censitário (2 vagas): R$ 4 mil
  • Agente censitário administrativo (1 vaga): R$ 1,5 mil
  • Agente censitário de informática (3 vagas): R$ 1,7 mil

O segundo edital, com 73 vagas previstas para o Amapá, deve ser lançado em 24 de abril e vai abrir seleção para agente censitário municipal, agente censitário supervisor e recenseador.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 AP ou por Whatsapp, nos números (96) 99178-9663 e 99115-6081.

Fonte Oficial: http://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/1-edital-do-ibge-para-o-censo-agropecuario-abre-6-vagas-para-o-amapa.ghtml.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Boletim Concursos.

Comentários